Nos artigos anteriores eu falei sobre qual o melhor título do tesouro para o Curto prazo e também para um prazo médio.

Algo compreendido entre 3 e 7 anos. Para finalizar os horizontes de investimento com os títulos públicos federais, neste artigo vamos tratar sobre o melhor título do tesouro direto para longo prazo.

Quando falamos de investimentos com duração maior do que 7 anos (longo prazo) principalmente pensando na constituição de uma reserva para aposentadoria, há dois tipos de títulos que são sensacionais. E é claro que estamos falando do tesouro IPCA + com ou sem juros semestrais.

Abaixo, vou explicar o porquê estes são os melhores títulos para o longo prazo.

Título IPCA+ com e sem juros semestrais

Como falei anteriormente este é o grande queridinho dos fundos de previdência e dos investidores de longo prazo. A grande vantagem claro, é a proteção da inflação que este investimento concede e também os longos vencimentos (hoje temos títulos disponível com vencimento para 2050) disponíveis e por isso é o melhor título do tesouro direto para longo prazo.

O Tesouro IPCA é possuir a nomenclatura oficial de NTN-B principal (aquele sem o cupom de juros) e o tesouro IPCA com juros semestrais é o NTN-B. A remuneração destes títulos é mista, ou seja, tem uma parte pré-fixada e outra parte pós fixada. Pode parecer confuso, mas na verdade é muito simples, veja comigo o quadro abaixo:

Com este quadro retirado do site oficial do tesouro direto fica fácil compreender a remuneração do título (que varia neste momento entre 5,62% a.a até 5,90% a.a) e a correção do capital pelo IPCA que é o indicador oficial da inflação no Brasil.

Porque o Tesouro IPCA?

O motivo deste ser um investimento ideal para o longo prazo é baseado em três pilares.

O primeiro é a data de vencimento. Como você pode ver no quadro acima no dia de hoje (05/09/2018) existem títulos negociados pelo governo federal com vencimento para 15/08/20150, ou seja, são 32 anos de prazo com a garantia de rentabilidade real. Este é um prazo ideal para quem busca constituir uma reserva de aposentadoria.

Vamos considerar que você é bem jovem e tenha 20 anos hoje. Você pretende se aposentar aos 50 anos. Com o tesouro IPCA + com juros semestrais você pode realizar um investimento hoje e resgatar somente na sua aposentadoria.

Durante todo este período seu capital vai estar alocado no investimento mais seguro que temos hoje no Brasil (lembre-se que os títulos públicos federais contam com a garantia do tesouro nacional). É um período muito grande de juros sobre juros. Lembre-se que falamos em outro artigo que o prazo sempre ganha da taxa.

O segundo pilar é a segurança. Os títulos públicos federais são os investimentos mais seguros que temos no Brasil.

É importante lembrar que os maiores investidores nos títulos públicos são as próprias instituições financeiras como os bancos e os planos de previdência.

Caso houvesse um calote da dívida pública brasileira iria ocorrer um completo colapso econômico onde todas as instituições financeiras iriam quebrar em um efeito cascata.

A única segurança neste caso seria uma reserva de emergência fora do Brasil. Essa inclusive é uma medida muito importante para aqueles investidores que já tem um patrimônio considerável.

Por último e o fator mais importante é a garantia de uma rentabilidade real. Lembre-se que para obtermos a rentabilidade real é necessário descontar a taxa de inflação do período.

Uma vez que o Tesouro IPCA como já diz o próprio nome corrige mensalmente o capital aplicado pela inflação esta é uma garantia que você terá preservado o poder de compra do dinheiro por toda duração do título.

Agora que você já sabe qual o melhor título do Tesouro Direto para longo prazo é só começar a acumular.