CEA - Certificação Especialista de Investimentos

Fundo de Investimento em Participações

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 7 de novembro de 2019

Cursos Anbima, Ancord e Abecip com Desconto

O fundo de Investimento em Participações (FIP) foram criados para quem quer investir ativamente através da compra de participações em empresas ou empreendimentos específicos.

Os recursos que estão sob sua administração serão destinados a “aquisição de ações, debêntures, bônus de subscrição ou outros títulos e valores mobiliários conversíveis ou permutáveis em ações de emissão de companhias sejam elas abertas ou fechadas”.

A grande diferença é que um fundo de investimento em participações busca influenciar diretamente na tomada de decisões da empresa investida, ou seja, diferente de um fundo de investimento em ações por exemplo.

A má notícia é que o acesso às aplicações em FIP é restrito a investidores qualificados. Em outras palavras as instituições financeiras, companhias seguradoras e sociedades de capitalização, entidades de previdência complementar sejam elas abertas ou fechadas, e as pessoas físicas ou jurídicas que possuam um investimento financeiro mínimo de um milhão de reais de acordo com a instrução 554/2014 da CVM.

O fundo de investimento em participações tem influência efetiva na definição da política estratégica e da gestão da empresa investida através da indicação de membros do conselho de administração nas empresas do qual participa.

Os FIPs tem como característica principal a participação ativa nas empresas ou negócios em que investe. A maioria dos FIPs investem em empresas fechadas, praticando algo que é conhecido como private equity (atividade de investimentos em empresas já formadas mas que precisam de um aporte de capital para crescerem, lançarem um novo projeto ou desenvolverem um determinado negócio novo).

Apesar de o universo de possibilidades de alocação de recursos ser imenso, em grande parte ele é alocado em grande parte em empresas que poderão trazer rentabilidade significativa em função de seus riscos (lembre-se que dentre outros riscos os FIPs possuem baixa liquidez).

Atualmente a ANBIMA possui um comitê mensal com o propósito de discutir melhorias na regulamentação oficial e na regulação voluntária deste mercado de fundos de investimento assim como a adoção de práticas melhores para o desenvolvimento destes produtos. Este comitê da ANBIMA congrega administradores e gestores de Fundos de Investimento em Participação e em Fundos de Investimento de Empresas Emergentes.

Perfil do Investidor

Como os FIPs se constituem como fundos fechados, o prazo de carência é de médio a longo prazo para que o investimento seja maturado. Normalmente o período varia entre de 3 a 8 anos. Justamente por este ponto é importante que o investidor que procura este tipo de produto esteja ciente de que o retorno deve vir a prazos mais longos.

Vantagens do fundo de investimento em participações

Um grande ponto positivo dos FIPS é que eles permitem a participação em diversos investimentos com redução do risco global da carteira.

A gestão do FIP é realizada por um gestor profissional especializado e com condições técnicas de analisar os investimentos buscando, a maior perspectiva de retorno.

Os FIPs objetivam majoritariamente investimentos com alto potencial de retorno o que resulta em oportunidades de ganhos relevantes, porém com significativo risco.

Curso online para Certificação CPA20

Um ponto interessante é que assim como a aquisição de fundos de ações o fundo participa no crescimento do crescimento dos negocios das companhias em carteira. Tudo isso sem depender se o capital é aberto ou fechado.

Quer passar em uma certificação Financeira?

Receba um e-book exclusivo com 7 dicas para ser aprovado!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *