Você sabe qual a diferença entre Crédito pessoal e Crédito Consignado? Ainda não? Sem problemas.

Mas antes de tudo é importante lembrarmos que estes dois são modalidades de empréstimo. Logo crédito pessoal também pode ser chamado de empréstimo pessoal.

Como já tratamos anteriormente o empréstimo possui duas características. A primeira é que é um empréstimo de curto prazo, e portanto possui carácter emergencial, ou seja não é planejado. Justamente como o empréstimo ou crédito pessoal não é planejado ele não tem finalidade específica.

Isso significa que quem tomar o crédito pode utiliza o recurso da forma que julgar melhor.

Alguns exemplos de crédito pessoal são:

  • Cheque Especial
  • Rotativo do cartão de crédito
  • Antecipação do 13º
  • Empréstimos em Geral

Ou seja, podemos reparar que normalmente quando se trata de crédito pessoal se fala a curto prazo. Como no exemplo do cheque especial que possui a maior taxa de juros do mercado.

Logo, sempre devemos pagar o mais rápido possível. Esses créditos pessoais também tem uma característica de emergência.

Faz sentido para você que se precisamos de cheque especial é porque não nos planejamos financeiramente? Desta forma foi necessário tomar um dinheiro como emergência.

Então qual a diferença entre o crédito pessoal e o consignado? Veja o vídeo abaixo para lhe ajudar.

Crédito Consignado

Quando falamos em crédito consignado, o significado da palavra consignado nos ajuda bastante. Basicamente, consignado significa que estamos dando algo em consignação. Ou seja, dei alguma coisa em garantia. Neste caso (falando de empréstimos consignados) é a renda que eu vou receber. Desta forma, como dei algo em garantia que é minha renda o empréstimo será debitado automaticamente (crédito do INSS, benefícios de previdência privada ou mesmo o salário).

Como neste tipo de crédito existe um risco menor para o banco, a taxa de juros também será menor.

Crédito Pessoal

No empréstimo pessoal não há garantia, e por isso tem maior risco e consequentemente uma maior taxa de juros. Inclusive o empréstimo pessoal carrega a maior taxa de juros de todo o mercado. Pode-se inclusive dar destaque para o cheque especial e ao crédito rotativo do cartão de crédito. Nessas modalidades de empréstimos pessoal as taxas de juros chegam a 15% ao mês.

Lembre que crédito consignado e crédito pessoal são modalidades de empréstimo, logo não possuem finalidade especifica.
Isso significa que posso pedir tanto um crédito consignado quanto um empréstimo pessoal e usá-lo da forma que bem entender, sem dar explicações ao banco.

Agora como eu como comentei anteriormente no crédito consignado o nosso salário atua como uma garantia ao banco e, ao receber o crédito do salário o empréstimo será descontado diretamente do meu recebimento. Vamos fazer uma comparação entre as taxas de juros com e sem consignação?

Comparação das Taxas de Juros

O CDC (Crédito Direto ao Consumidor) ou empréstimo podem ser concedidos tanto para iniciativa publica quanto privada tem uma taxa média de 5,5% ao mês. Ou seja, uma taxa bem elevada para pegar um empréstimo sem finalidade, como trata-se de um recurso de emergência pela falta de planejamento as taxas são elevadas independente de se trabalhar na iniciativa privada ou pública.

Já o crédito consignado privado é mais caro porque há um risco maior de a instituição financeira não receber. Teoricamente é muito mais fácil uma empresa quebrar, do que o governo (até porque a justiça pode sequestrar os recursos da conta do governo). Com base nessa lógica, a taxa de juros para crédito consignado de funcionários da iniciativa pública ou pensionistas no INSS é bem mais acessível, chegando a 2,8% ao mês. Ainda é uma taxa bem elevada, mas já é bem menor do que 5,50% não é mesmo?

A forma predileta de concessão de crédito consignado é para os pensionistas no INSS. Os aposentados. A taxa de juros pode cair bastante chegando a 2,01% (ofertas do Itaú) ao mês. Como é um benefício certo, todos os meses o pensionista recebe diretamente do governo federal e é um benefício vitalício. Como o risco de o governo federal não pagar é muito pequeno as taxas de juros são menores.

Repare que todos estes empréstimos são caros devido a suas características. O crédito direto ao consumidor tem como característica predominante o curto prazo, ou seja, para emergências aliado a não ter uma finalidade específica.

Basicamente o crédito pessoal e consignados são muito semelhantes. A maior diferença é que o consignado tem a consignação do recurso que você vai receber (garantia) e, com isso temos um risco menor a instituição financeira e consequentemente a taxa de juros será menor do que a sem consignação.