Você realiza trabalhos como freelancer e precisa colocar um preço no seu trabalho e não sabe como definir o preço?

Fique tranquilo, você não está sozinho. Esta é uma das maiores dificuldades de todos que estão começando a trabalhar por conta e, por isso escrevi um guia completo para você saber como precificar seu trabalho.

Quando falamos de preço, para o marketing o importante é o valor percebido e não o custo de produção.

Trata-se de perceber o valor de custo x benefício. A precificação de um produto ou serviço deve ser coerente com os gastos para produzir o produto, os meios de distribuição e às formas de promoção.

Mas a parte mais importante para saber como precificar o seu trabalho é a percepção de valor do cliente em relação ao item a ser precificado.

O preço é a variável mais flexível de um produto porque pode ser ajustada a curto prazo, médio e longo prazo.

A maleabilidade do preço de um produto traz grande peso estratégico uma vez que pode ser alterado para resolver uma necessidade imediata como o aumento de vendas e faturamento, maximizar a participação de mercado da empresa ou mesmo uma reação a novos concorrentes no mercado.

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

Apesar da alta maleabilidade um fator fundamental que você deve se atentar para saber como precificar seu trabalho corretamente é que o preço deve ser alto o suficiente para não trabalhar no prejuízo mas também não alto demais para assustar os consumidores.  

Lembre-se que da mesma forma que preços muito baixo acabam afastando clientes porque causam desconfiança na qualidade, os preços muito elevados também podem assustar seus clientes.

Aspectos importantes na composição do preço

  • Custo: Para que seu produto ou serviço tenha um preço adequado, primeiramente você deve calcular todos os custos envolvidos para produção de seu produto ou serviço. Aqui é importante levar em consideração desde matéria prima aos impostos na venda do seu trabalho. Caso você seja um prestador de serviço às viagens necessárias para a prestação também devem ser contabilizadas. Uma dica importante é não esquecer de que o seu lucro deve ser suficiente cobrir suas despesas com a entrega e produção do produto e também ter sua margem de lucro;
  • Concorrência: Se você está iniciando a trabalhar como autônomo ou empresário e ainda não tem um grande diferencial competitivo é importante ficar atento aos concorrentes do seu mercado e seguir políticas de preço similares aos concorrentes (sem prejudicar a lucratividade do seu negócio). Conforme você vai ganhando experiência e sua carteira de clientes vai crescendo você pode ir reajustando o preço dos seus produtos para elevar a rentabilidade do seus negócio;
  • Consumidor: É necessário levar em conta o valor máximo que o cliente está disposto a pagar por um produto semelhante ao sei. Faça pesquisas de mercado e  do cenário econômico. Conheça o seu público alvo, seus hábitos de consumo (este é o fator mais importante), suas necessidades reais e, é claro seu poder aquisitivo.
  • Trabalho: Avalie todo o tempo que você investiu para prestar um serviço ou desenvolver um produto. Se você precisa viajar para prestar uma consultoria por exemplo, o tempo de deslocamento também deve ser cobrado.
  • Valor agregado: Esforce-se para criar um elo entre o cliente e o seu produto através dessa ligação. O importante não é o preço (este pode ser mais barato ou mais caro), para o cliente o mais importante de tudo é o valor agregado.

Melhores técnicas de como precificar seu trabalho

Depois de calcular todos os custos do seu produto ou serviço é necessário calcular também quantos trabalhos você vai ter que fazer para ter o lucro desejado. Esta deve ser sua meta (para ter um negócio saudável é imprescindível ter metas) que vai lhe ajudar neste momento da precificação.

No início você deve traçar metas para se sustentar e pagar às suas dívidas para ganhar nome no mercado. Aos poucos você deve ir além sempre aumentando o preço do seu trabalho e buscando o enriquecimento. Cuidado para não se tornar ganancioso, a chave de uma vida financeira saudável é o equilíbrio alcançado através do planejamento financeiro bem feito.

Confira abaixo as três principais formas de calcular o preço de um trabalho desenvolvido por você.

Mark-Up: O mark-up funciona através da análise dos custos de produção, comercialização, distribuição e divulgação. Tudo isso junto com a margem de lucro que se pretende atingir adicionada. Este é o método mais básico, seguro e eficiente para a definição de preços por isso é o mais utilizado e recomendado.

Por exemplo, se você gostaria de ganhar R$ 5.000,00 por mês você deve dividir este valor pelo número de trabalhos ou produtos que você consegue fazer em um mês e adicionar o custo de produção.

Para um Coach em início de carreira por exemplo ele pode dividir os R$ 5.000,00 por 180 horas (média de horas trabalhadas em um mês) tendo um resultado de R$ 27,80 por hora e adicionar seus custos. Esta é uma forma simples de manter a margem de lucro e precificação.

Preço Teto: Esta técnica é ainda mais simples mas é muito questionável quanto a eficiência uma vez que um concorrente pode ter custos muito diferentes dos seus. A técnica do preço teto consiste em fazer um estudo de mercado verificando qual é o preço mais alto entre seus concorrentes e então baseado neste valor precificar seu trabalho.

Percepção de Valor: Na técnica de percepção de valor não é levada em consideração a concorrência, apenas a percepção de valor para seu cliente. Quanto maior for o valor do produto ou serviço para o cliente maior será o preço do seu trabalho. Esta é uma metodologia interessante pois permite remunerar todo o esforço para agregar valor ao cliente.

Estratégias de Negociação de Preço

Agora que você já sabe os principais aspectos da composição de custos e como precificar seu trabalho vou te passar algumas técnicas para que você saiba como negociar o seu trabalho da melhor forma.

A primeira estratégia de negociação é do preço teto. Nesta estratégia você inicia cobrando um preço extremamente alto e apresenta um super desconto.

Este tipo de estratégia é muito eficaz e conhecida no meio eletrônico. Com certeza você já visitou uma landing page (página de vendas) que vai listando uma série de benefícios e aparece um preço absurdo riscado e um valor bem inferior e aceitável logo abaixo.

Um ótimo livro que vai ajudar você a melhorar a sua negociação é o Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas. Este livro é fantástico e essencial para qualquer pessoa que precise fazer negociações diariamente.

A segunda técnica de negociação que também é muito utilizada é a do preço induzido.

Nesta técnica o vendedor sempre coloca um valor abaixo da concorrência para elevar a participação no mercado e vai elevando o valor do produto ou serviço a medida que a qualidade também vai aumentando. Esta pode ser uma boa saída para um mercado saturado com muitos concorrentes.

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

Saber como precificar seu trabalho corretamente é essencial para ser um empreendedor bem sucedido.

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!