Você quer ter um ano financeiramente próspero?

Que tal começar o ano com as finanças em dia?

Veja algumas dicas essenciais para ter um ano próspero.

Avalie a situação financeira

A primeira dica é  analisar a sua situação financeira, afinal de contas não se pode tomar nenhuma atitude sem saber qual a situação atual. Para ter uma posição clara das suas finanças é necessário realizar um planejamento familiar.

É de suma importância listar todos os seus gastos com a finalidade de saber para onde o dinheiro está indo e, de onde está vindo. Uma boa ideia é usar aplicativos, planilhas ou até mesmo um caderno para fazer o controle de gastos.

Corte os gastos não essenciais

Após realizar o seu orçamento pessoal você possa cortar aquelas despesas que não farão falta no seu dia a dia (as chamadas despesas descartáveis).

Com essa estratégia será possível abrir espaço para as despesas do início do ano que poderão ser pagas á vista garantindo um bom desconto e também investir os recursos excedentes para sua independência financeira.

Regularize suas dívidas

Outra dica importantíssima é descobrir se você tem dívidas e se tem quais as condições de cada uma. Faça um levantamento completo de para quem você deve, o valor total de cada dívida (incluíndo juros e multas).

Para quem tem dívidas caras como cheque especial e cartão de crédito deve trocá-las por dívidas mais baratas como o empréstimo consignado ou pessoal.

Eu escrevi um artigo inteiro falando sobre como renegociar dívidas, se você está em uma situação difícil este material pode lhe ser muito útil.

No final do ano quem está negativado ou possui dívidas muito altas tem a oportunidade de renegociar e limpar o nome em feirões organizados pelos birôs de crédito como Serasa e SCPC.

Utilizar o valor do décimo terceiro e até mesmo o adiantamento das férias para quitar as dívidas são uma ótima forma de começar o ano com as finanças em dia.

Ao renegociar as dívidas não se esqueça de verificar seu orçamento familiar e ter certeza de que as parcelas caibam no seu orçamento.

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

Tenha cuidado ao utilizar seu décimo terceiro

Muito cuidado ao utilizar o seu décimo terceiro salário. No final do ano todos aqueles que funcionários recebem seu décimo terceiro e em alguns casos até mesmo bônus e gratificações.

A recomendação neste caso é que você utilize esse recurso para eliminar dívidas e, quem não está endividado mas com o orçamento apertado deve guardar para às despesas do começo do ano como IPVA ou IPTU.

Agora, se as suas finanças estão em dia e você já planejou todos os gastos do começo do ano use o dinheiro extra para aumentar seus investimentos e dar mais um passo em direção a sua independência financeira.

Reveja maus hábitos

Caso você parcele todas as suas compras e gaste muito no cartão de crédito ou ainda caia nas armadilhas de consumo isso pode ser um sinal de alerta e você precisa repensar alguns hábitos para saber o que está desequilibrando suas finanças.

Pague as viagens de forma antecipada

Aproveitar as férias é tudo bom. Mas é preciso ter cuidado para não se endividar. Por isso caso vá viajar pague a sua viagem com antecedência.

Se você não puder fazer uma viagem mais longa para outro país, escolha um lugar mais próximo ou ao invés de viajar e economize para uma viagem melhor no ano seguinte.

Estabeleça objetivos

Para ter sucesso é importante conhecer o caminho necessário a ser percorrido.

Por fim, agradeça a todos que te ajudaram a cumprir seus objetivos no ano que passou.

Pessoas bem sucedidas nunca esquecem de quem as ajudou a alcançar suas metas. Por isso reconheça como os outros lhe ajudaram na carreira ou mesmo na vida pessoal ao longo do ano e faça com que eles saibam que você aprecia o ato de gentileza.

Mantenha sua rede de relacionamentos atualizada, nunca se esqueça de fazer isso. 

As conexões pessoais e profissionais são importantes em qualquer situação e o final de ano é uma boa desculpa para enviar felicitações ou ainda retomar contato com aquelas pessoas de quem você se distanciou durante o ano.

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia