Investir visando o curto prazo nunca é fácil. Todas as pessoas que começam a investir, esperam por resultados.

Mesmo não tendo isso em mente, é logico, que fica uma expectativa por algo bom. Porem, no curto prazo fica bem difícil.

Se você já tem conhecimento da renda fixa, e não espera nada melhor do que o CDB, ou um rendimento equivalente a Taxa Selic, então está tudo bem.

A primeira indicação que faço, são os fundos de investimento de renda fixa. Aconselho ao investidor que precisa do dinheiro no curto prazo, o investimento em tais fundos.

Explicação é simples, será muito difícil perder dinheiro em tal investimento. Mesmo que a expectativa é de retirar o dinheiro um mês após a aplicação.

O resultado não será negativo. Também não espere por grandes lucros. A segunda indicação fica por conta dos fundos multimercado.

Esse tipo de investimento é uma mescla de investimentos de renda fixa com uma pequena parcela em ativos de renda variável como ações, e podem conseguir entregar algum resultado superior.

Porem, nada que chega a render 120% do DI, por exemplo. Os fundos multimercado geralmente investem em uma carteira mais diversificada.

Às vezes com algum produto mais arriscado, típico de renda variável, para conseguir entregar algum resultado superior.

Mas a posição em tais investimentos é pequena o suficiente par não gerar grandes perdas, caso isso ocorra.

Caso o investidor tenha alguma estratégia a colocar em pratica, para se beneficiar no curto prazo também poderá utilizar dos fundos cambiais.

Como no caso dos fundos de moedas estrangeiras. Hoje é possível comprar fundos indexados ao dólar por exemplo.

Na realidade esse tipo de investimento segue bem de perto a cotação da moeda americana. As valorizações da mesma podem acontecer do dia para noite.

Ao invés de comprar contratos futuros (mercado de derivativos), que é uma coisa bem mais complexa. O investidor pode adquirir cotas de fundos cambiais.

Fazendo isso, com alguma estratégia em mente, o lucro pode ser muito bom, no curto prazo

Carteira de fundos de longo prazo

Podemos colocar de cara nessa categoria os fundos de investimento em ações. Geralmente esses ativos, possuem diversas ações em carteira.

Mesmo que uma dessas empresas esteja se valorizando, as outras podem acabar puxando o valor total do fundo para baixo.

Por isso, quando for investir em fundos de ações, pense bastante. Já se prepare para deixar o seu capital aplicado, ao menos, por um, dois, ou até mais anos.

Fundos cambiais, ou em ouro, também podem ser colocados aqui. Mesmo tendo falado dos fundos cambiais, na carteira de curto prazo.

Os investidores que visam o longo prazo também podem investir parte do capital em tais produtos.

Curso Online para Certificação CPA10

Eles funcionam como uma espécie de garantia. Caso as coisas venham a ficar ruins por aqui, o Ouro, e o Dólar, geralmente acabam se valorizando, servindo como uma espécie de seguro.

Pensando bem, no longo prazo, todos os ativos são bons. Até os fundos em renda fixa, são excelentes no longo prazo pois se beneficiam dos juros compostos.

Investir com pouco tempo é mais complicado e às vezes não acaba gerando bons resultados.