BitCoins e as criptomoedas são sem sombra de dúvidas o assunto do momento não é mesmo?

Mas a grande dúvida é: Bitcoin pode ser considerado um investimento?

Para responder esta pergunta da melhor forma possível é importante que você compreenda exatamente o que ela é, e como funciona.

O que é bitcoin?

Bitcoins são uma forma de moeda digital criada e mantida eletronicamente. Ninguém as controla uma vez que não sendo moedas impressas como dólares ou euros. As bitcoins ou criptomoedas são produzidas por pessoas comuns e rodam em computadores ao redor do mundo.

As bitcoins em si são o primeiro exemplo de uma categoria de dinheiro em expansão conhecida como cryptocurrency (ou criptomoeda em português).

Bitcoin pode ser considerado um investimento?
Bitcoin pode ser considerado um investimento?

O que diferencia esta moeda eletrônica das outras moedas é que ela é completamente descentralizada. Isso significa que nenhuma instituição a controla. Apesar de disso assustar algumas pessoas também é um ponto positivo uma vez que um grande banco não pode controlar o seu dinheiro.

Ninguém as imprime! Elas são criadas digitalmente por uma comunidade que a qual qualquer um pode se juntar. As bitcoins são são “minadas” usando computing power e são distribuídas na rede.

Também é através da internet que se processam as transações. Isso faz com que a própria bitcoin seja sua própria rede de pagamentos.

Como funciona a mineração de Bitcoins?

Quando falamos de bitcoin, o dinheiro não é impresso e sim descoberto. Diversos computadores ao redor do mundo fazem a mineração por moedas ao competir um com o outro.

As pessoas estão se mandando bitcoins o tempo todo através da própria network bitcoin. Com tantas transações assim, seria interessante que houvesse uma gravação destes dados não concorda?

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

Afinal de contas, sem registros ninguém iria saber quem pagou o que! Quem cuida disso é a bitcoin network, coletando todas as transações feitas e as armazenando um período de tempo. Estar informações armazenadas são guardadas em uma lista chamada de bloco.

Com base nestes blocos, os mineradores confirmaram essas transações e escrevem no registro geral. O registro geral é chamado de blockchain e ele pode ser usado para explorar qualquer transação em qualquer ponto da network de criptomoedas.

Quando um novo bloco de transações é criado, ele é adicionado ao blockchain criando uma lista cada vez mais longa de todas as transações que já ocorreram na rede bitcoin. Por medidas de segurança, uma cópia é constantemente atualizada do bloco e dada a todos que participam do mercado para que saibam o que está ocorrendo.

Mas um registro geral tem que ser confiável. E se tudo isso é mantido digitalmente, como vamos saber se a blokchain continua intacta e nunca é adulterada? É aqui que vem os mineiros.

Qual a segurança do Bitcoin?

Quando um bloco de transações é criado, os mineradores botam sobre um processo. Eles pegam a informação no bloco e aplicam uma fórmula matemática nela a tornando em algo novo.

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

Este “algo novo” é bem menor, parecendo uma sequência aleatória de letras e números conhecido como hash. Este hash é salvo no bloco no fim da blockchain daquele ponto de tempo.

Cada vez que um minerador cria um hash, ele recebe 25 bitcoins e todo mundo na network fica sabendo.

No que é baseado o Bitcoin?

Moedas normais (euro, dólar, real…) são lastreadas em ouro e prata. Tecnicamente se você desse um valor para o banco você poderia retirar um pouco de ouro de volta (apesar de não funcionar assim na prática).

Mas bitcoins não são baseadas em ouro. 

Criptomoedas são baseadas em fórmulas matemáticas ao redor do mundo através de software open source (código aberto) e gratuito para produzir bitcoins. Conheça algumas características do Bitcoin:

É descentralizado

A bitcoin network não é controlada por nenhuma autoridade central. Toda máquina que minera bitcoin e processa transações faz parte da network, e todas as máquinas funcionam juntas.

Isso quer dizer que uma autoridade não pode mudar sua política, ou declarar falência fazendo você perder seu dinheiro.

É fácil

Bancos convencionais fazem você pular através de aros simplesmente para abrir uma conta.

Enquanto isso, para utilizar bitcoins você pode apenas de um endereço de bitcoins que pode ser criado em segundos, sem questionamentos e sem taxas.

É anônimo

Usuários podem ter múltiplos endereços bitcoin e eles não estão ligados a nenhum endereço, nome ou qualquer coisa que o identifique.

É transparente

Bitcoin armazena os detalhes de todas as transações na blockchain. Se você usou publicamente seus bitcoins, todos podem dizer quantos bitcoins tem na sua conta. Os outros usuários apenas não vão saber que a conta é sua.

As taxas são pequenas

Seu banco pode cobrar dezenas de reais para fazer uma transação internacional. O bitcoin não cobra nada.

É rápido

Você pode transferir dinheiro de qualquer lugar e vai chegar em minutos. Basta apenas a rede processar o pagamento.

Não existe reembolso

Assim que suas bitcoins foram enviadas não há meios de consegui-las de volta, a não ser que a pessoa que você enviou lhe envie de volta por bondade (#NãoVaiAcontecer).

Agora, para saber se Bitcoin pode ser considerado um investimento vamos ver o que é considerado um investimento.

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

O que é considerado investimento?

“Investimento é a aplicação de um recurso com a expectativa de receber algum retorno futuro superior a quantidade investida.”

Ao comprar bitcoins você não está aplicando um recurso, você está apenas trocando um recurso por outro (assim como comprar dólares).

Por isso, apesar de ser uma forma válida de ganhar dinheiro com as oscilações, comprar bitcoins não pode ser considerado um investimento. 

Você concorda comigo? Deixe suas opinião e suas duvidas nos comentários.